.post a img, .post img { width: 685px; height: auto; padding: 0; margin: 0px -40px 0px -40px; border: none; } -->

21 janeiro 2018

Por que não retorno ao seu blog?

Imagem: Kaboompics
Analisando um grande número de blogs que surgia de repente em minha timeline, pude perceber alguns erros que os blogueiros e blogueiras vem cometendo e poder, com isso, gerar um novo conceito entre um pequeno número de influenciadores digitais que me segue e busca um blog melhor pros seus seguidores e visitantes recorrentes. É comum vermos iniciantes cometendo erros bárbaros em seus blogs, mas acontece, vamos mudar isso?

Você não faz uma boa divulgação

Um dos maiores problemas da blogosfera hoje em dia é, como os blogueiros anunciam o seu novo conteúdo do blog. Tem postagens em grupos que nem se quer tem uma imagem, uma legenda falando um pouco sobre o tema que está abordando, apenas o link, achando que com isso pode gerar um grande número de acessos, sendo que não é bem assim. Você precisa atiçar o público a visitar o seu blog, ler o seu conteúdo e quem sabe, se tornar seguidor fiel daquilo que vier a postar. Não faz o menor sentido jogar o link da sua postagem e esperar que milhares de pessoas venham até o seu blog só por ter uma postagem nova, sem nem ter conhecimento do que vai encontrar dentro desse link.
É um dos primeiros casos em que nem uma curtida ou comentário deixo na divulgação e nem abro a postagem, assim como várias outras pessoas, então ficará ali, invisível. Não façam conteúdo só por fazer, a hora de divulgar é o momento de conversa com o seu público e apresentação para os mesmos, procure apresentar a sua postagem para que gere interesse, seguidores e não acessos vazios e momentâneos.

Você não responde os seus comentários

É o que mais tem, muitas vezes acessos vários blogs e mesmo que tenham poucos comentários: não os respondem. Isso é ruim, a pessoa tira 3min -no máximo- para poder compartilhar o que ela filtrou e aprendeu da sua postagem e também te elogiar pelo trabalho que fez e simplesmente você não a responde, lê, aprova, sente toda a animação e não é capaz de agradecer a pessoa pelo ato que teve. É também um ponto principal para essa pessoa não retornar mais, quando comento em um blog, volto sim no dia seguinte para ver a resposta, e quando o blogueiro não me responde a primeira vez, provavelmente não terá meu comentário novamente em seu blog. Talvez, nem a minha vida. 

Você não organiza o seu layout

O que mais tem. Não precisa saber de HTML para ter um layout bem organizado, que atenda as necessidades básicas de seus leitores dentro do blog, seja uma página que reúna um pouco sobre você e contenha todas as suas redes sociais ou simplesmente uma imagem na barra lateral que contenha essas informações. Apenas informe. Seus visitantes estarão cada vez mais interessados em saber quem é você, e utilizar dessa ferramenta é uma das melhores formas de se divulgar, fazer o seu nome e tornar algo significativo para seus leitores e com isso, poder alcançar cada vez mais pessoas, pois terá credibilidade, popularidade e sucesso, quando criar e lançar algum projeto. Organização é sim essencial na vida de um blog.

Você não tem presença

Provavelmente, a ultima vez que postou em seu blog foi no penúltimo mês do ano passado, o que já me desagrada. Estar presente de vez em quando no blog é muito bom, não diminui tão drasticamente os seus acessos e pode relembrar as pessoas de que você está lá e ainda quer continuar com aquele cantinho. Não precisa ser sempre, mas 2 meses sem publicar no seu site pode dar uma visão negativa, tanto para outros blogueiros, leitores e até mesmo empresas. Estar presentes é sempre muito bom, se esforce para isso, nem que seja uma vez ao mês. Já mostra que está na ativa.

Suas postagens estão mau estruturadas

Já vi muitos blogs com imagens alinhadas a esquerda, após um parágrafos já estava a direita, depois fazia um zig-zag e o texto inteiro estava centralizado. O que dificulta muito a nossa leitura e o aproveitamento do conteúdo que poderia sim ser de qualidade e passar algum conhecimento com isso. Não deixe seus textos da postagens centralizados se ele não for um título ou frase curta, e muito menos, se for a postagem inteira, o que nos faz perder totalmente a atenção na palavra/frase que estávamos. Isso confunde muito.

16 janeiro 2018

#TAG - The Mystery Blogger Award

Imagem: Kaboompics

E novamente o Blog do Deivy é reconhecido. Mais uma vez pelo blog Tamaravilhosamente, que sempre esteve presente em alguns momentos do blog e faz questão de estar mencionando-o em seu blog e poder apresentar o cantinho aqui pros seus seguidores. Eu amo responder tags, principalmente aquelas que falam sobre o seu blog e poder responder perguntas sobre ele, é muito prazeroso para mim poder apresentá-lo sempre mais através de conteúdo. E vamos lá!

1. Por que criei o blog? 
Como digo quase toda hora, sempre gostei muito de compartilhar conhecimento e espalhar conceito entre as pessoas próximas, acho que o mundo precisa de mais conceito, de conhecimento, por isso criei o blog, para espalhar essa ideias, gerar debates saudáveis e aprendizados dentro de todas as opiniões, assim abrindo a cabeça de mais pessoas a assuntos que precisam ser ouvidos.

2. O que quero alcançar com o blog?
Obvio, todo blogueiro quer ver seu cantinho e poder gerar um grande trafego com ele. Mas o objetivo que sempre preso é poder estar sempre com inspiração para gerar conteúdos valiosos e que sejam valorizados por todo esforço que fiz para poder produzi-lo. Fazer uma postagem dá trabalho, postar todos os dias em dezembro me deu dor de cabeça e um cansaço menta enorme, mas valeu super a pena. Postar até agora em 2 em 2 dias tá me fazendo sentar em frente ao monitor apenas para produzir e poder colher os frutos da popularidade que o mês anterior me rendeu, e foi maravilhoso, pro futuro eu só quero o reconhecimento de acordo com o esforço que fiz e estou fazendo.

3. O que tenho a dizer sobre 2017?
Apesar de ter visto milhares de memes e postagens se referindo ao quão ruim 2017 foi, o meu foi um dos melhores para mim, principalmente na blogosfera. Tivemos mais de 33 mil acessos durante os 365 dias. Consegui me dedicar um pouco mais do que realmente queria, pude alcançar algumas metas e já consegui até passar algumas. Foi um ano de batalhas, sem colher muitos frutos, mas estão todos guardados para 2018.


4. E 2018, o que espero dele?
Que alguns projetinhos se realizem - vou falar mais em breve aqui no blog -, algumas metas sejam batidas e possa sempre alcançar mais e mais pessoas através do conteúdo. É duro ser blogueiro, compartilhar conteúdo que normalmente se vê no Youtube e acaba distanciando os olhares pra esse mundinho que apesar de dizerem que a qualquer momento vai morrer - a blogosfera -, vem ficando mais forte, espero que em 2018 os blogs voltem com tudo e possam ficar lado a lado, a blogosfera e o Youtube, pois são complementares.


5. Qual frase me descreve?
(na verdade era para contar uma piada, mas eu sou horrível com isso kkkkk)

"Sou liberdade e prisão, felicidade e solidão, e sou afrontoso quando brincam com o meu coração.
Prazer, sou libriano."

- Frase que compus em um poema sobre meu signo lá no meu facebook.

12 janeiro 2018

#Effect: Como escrever postagens mais longas

Imagem: Kaboompics
Hoje é bem comum ser encontrado postagens de bloggers iniciantes na internet e quando você abre, não há 100 palavras dentro da página, o que desanima, pois as vezes o assunto é muito interessante e há diversos pontos que ela poderia tratar, comentar e compartilhar sobre o seu conhecimento nele. Depois de ter escrito As Flores que Vimos e Aquele Sentimento Bom pro blog #OGL, eu simplesmente 'viciei' em estar cada vez mais me atualizando e aprofundando dos assuntos e sentimentos para sempre estar me dando mais do que o necessário. E o necessário nem sempre é suficiente.

1. Domine o assunto

Quantas vezes você abordou o assunto sem nem ao menos ter ouvido falar antes, ou só conhecia o superficial? Eu já fiz isso milhares de vezes, não nego, isso é imensamente errado pelo fato de ter compartilhado algo sem nenhuma credibilidade, sem ter me aprofundado melhor no tema que envolvia muitos outros e poderia me render um grande e vasto conhecimento, poderia gerar para o blog um grande número de conteúdos, pois todos os assuntos há como gerar mais que 400 palavras, isso com certeza dá. Pesquise, leia, se informe - nem que seja em outros blogs. Isso contribui para o seu futuro, para a sua desenvoltura na blogosfera e na maneira que trabalha com ele.

2. Esteja sempre com tempo
Principalmente na hora de escrever, se não for para se aprofundar no assunto dando conhecimento para os seguidores e mostrando o seu ponto de vista e porquê está correta nisso, nem adianta escrever uma postagem que seja séria, envolva o aprendizado sobre o assunto e principalmente se estiver querendo passar algo a mais do que a visão sobre aquele assunto, mostrando que ele existe e pode fazer diferença na vida de alguém. Quanto mais escavar, mais longe você vai. Esteja disposto(a) a ir mais longe, mais fundo, com mais coerência e sempre, com conhecimento. Assim você ganha a credibilidade e reconhecimento do seu público!

Como escrever postagens mais longas?

SOS Pedro: Antes de começar a escrever, primeiro passo toas as minhas ideias para um papel, lá coloco tudo que irei falar bem resumido. Depois vou fazer pesquisas sobre o assunto que irei abordar no blog, mas não fazendo plágio, apenas observando. As resenhas que faço no blog são as que mais saem grandes, porque lá vou pegar todas as informações do produto que vou fazer resenha. Sempre dou minha opinião sobre o produto, e é nessa parte que eu tento expressão ao máximo tudo que achei do produto. Mas pra falar a verdade nunca pensei em como construir uma postagem grande, mas no meu ponto de vista, a inspiração e o gosto pela escrita ajuda bastante na hora de escrever um grande post para o blog. Também tentando ao máximo escrever algo que chame a atenção do leitor. Resumindo tudo, a chave é ler e escrever bastante, fazer disso um hábito, escrever na internet também exige prática. 

10 janeiro 2018

Entendendo o sucesso de Pabllo Vittar

E de repente a internet inteira bomba fazendo questionamentos, levantando 'opiniões' carregadas de preconceito e realizando comparações extremamente afrontosas, desvalorizando outros artistas que fizeram grande sucesso há tempos atrás para mostrar que não tem muita diferença dos de hoje - e todos héteros - que não tinham uma boa competência vocal tão poderosa e afinada como a drag queen Pabllo Vittar, que hoje vem sendo muito bem exaltadas pela comunidade LGBTQI+, que está sempre em busca de igualdade, representatividade e voz dentro de todos os ramos e lados que possam ser ouvidos e compreendidos. Depois que escrevi a postagem Eu 'escolhi' ser gay, e também mencionar o fato de me inspirar muito na administração de carreira da Anitta, muitas coisas surgiram na minha cabeça e me fizeram evoluir um pouco os meus pensamentos e observar o que de fato estava acontecendo hoje - a homofobia velada disfarçada de opinião por homofobicos que se quer aceitam quando dizemos o que é preconceito, e se acham no direito de escolher ou selecionar o que é homofobia, quando na verdade quem sente somos nós.

Eu estou com um pouco de alma jornalística quando falo sobre esses assuntos, parece que rende bastante e cada vez mais aparece algo que preciso comentar - apesar do blog não possuir uma categoria definida. Hoje estamos sempre vivenciando um constante e imenso ataque de ignorância, preconceito e falta de amor ao próximo - o que tanto pregam -, e utilizam pequenos casos como se fosse o motivo para relatar o desgosto a alguém, como na Pabllo. A voz dela alcança tons extremamentes grandes e uma popularidade imensamente admirável por aqueles que se sentem representados por alguém que de alguma forma, está invadindo o mercado musical e está se tornando algo tão grande e significativo.
Pessoas que veem a beleza de Pabllo Vittar não estão se importando com a sua voz, e sim com as palavras que saem da sua boca, o espaço que conquistou e está sempre nos mencionando, levantando a bandeira e dizendo o quão podemos conquistar se soltarmos as nossas forças e poder correr atrás disso, mesmo que seja dolorido para alguns e tenha que enfrentar outros. Estar tendo visibilidade, alavancar a autoestima de alguém, soltar um sorriso depois de tantas lagrimas é para poucos e ela consegue fazer isso apenas soltando a voz que muitos homofobicos estão usando como desculpa para esconder o seu preconceito, e infelizmente, isso existe até dentro do meio LGBTQI+.

O que eu vejo nessa drag, é o que muitos não conseguem perceber por estar cego de preconceito, ignorância, falta de amor ao próximo e a própria comunidade, aquela que sofre diariamente em busca de respeito e liberdade para ser quem é, aquela que de alguma forma já foi calada e nunca ouvida, aquela que não teve a oportunidade de abrir todo o seu coração para familiares pois a ignorância religiosa predominava toda a casa. Aquela que você diz que ama e diz palavras preconceituosas todos os dias, é oferecida apoio e na hora só enxerga as costas. E aquela que morre todos os dias, por não ter mais ninguém para te dar a mão. Pabllo Vittar é a inspiração e o preenchimento no coração de muitos.

Abra sua mente, LGBTQI+ também é gente


08 janeiro 2018

E como vai ser o meu livro?

Imagem: Kaboompics
Para quem não me segue no instagram e não viu o que andei compartilhando por lá, eu estou escrevendo um livro e pretendo lançar ele no dia 25 de março nas plataformas digitais gratuitas - pois ele também será gratuito - e poder disponibilizar para download que será enviado pro e-mail. Muitas dúvidas surgiram de repente, no facebook, WhatsApp e afins, todos os meus contatos próximos queriam saber mais afundo sobre o livro e como ele está sendo desenvolvido nesse tempo todo que fiquei e ainda estou escrevendo nele - correndo contra o tempo, porque deixo tudo pra cima da hora -.

Primeiro de tudo, o livro vai ao ar em comemoração aos meus 7 anos de blogueiro, comecei na blogosfera no dia 25 de março de 2011 e desde então foram os melhores anos da minha vida. Algo que jamais pude descrever em poucas palavras, e antes que surja mais uma dúvida: NÃO! não irá ser sobre mim e meus anos como blogueiro, cada capítulo haverá uma crônica diferente, descrevendo vários sentimentos fortes e profundos que senti durante a vida. Estou me esforçando bastante para relembrar de tudo e poder descrever de uma forma diferente a do blog, pois lá é diferente daqui. Não pretendo escrever sobre ser blogueiro, mas logo na introdução virá uma autobiografia da minha pessoa para que possa me conhecer melhor - apenas para quem fazer o download e receber o e-mail.
https://www.wattpad.com/story/129761518-di%C3%A1rio-de-uma-mente-criativa?utm_source=web&utm_medium=facebook&utm_content=share_myworks_details
Haverá de tudo, romance, sentimentos, tristeza, felicidade, saudade e grandes amores. Tudo em crônicas que irão, realmente, alavancar autoestimas e reacender conhecimentos e abrir mentes de diversos jovens - 80% dos interessados são entre 13 a 20 anos -, não será abordado questões de sexualidade e identidade de gênero, empoderamento, feminismo e quaisquer outro maneira de militância mas irei sim falar de uma maneira superficial sem militar - de qualquer maneira estarei, só que sem enaltecer a minha opinião no assunto.

A plataforma digital que escolhi foi o Wattpad, que até falei sobre aqui no blog, sempre foi a minha favorita desde que comecei a ler pela internet e desde então sou apaixonado, já lancei 3 livros por ele que foram excluídos por surto meu, e agora prometo que não excluirei o Diário de Uma Mente Criativa. Até porque estou loucamente ansioso e apaixonado por ele. Também colocarei no Issu, e anexarei aqui no blog para quem preferir ler online e aproveitar e visitar o blog sempre. Em ambas plataformas existe app para Androi e iOS, e apenas o Wattpad tem pro Windows Phone.

E ai, não deixa de acompanhar em?